Picks Dazer - Trading, prognósticos e apostas

Mostrar Mensagens

Esta secção permite-lhe ver todas as mensagens colocadas por este membro. De realçar que apenas pode ver as mensagens colocadas em zonas em que você tem acesso.


Tópicos - Lupin

Páginas: [1] 2 3 4
1
B0Lupin / Habemus tips, para 2013/2014!
« em: 12 de Agosto de 2013, 18:23 »
Afinal, parece que vamos ter mais uma época sem que nos retirem o trading  obriggado obriggado obriggado obriggado


Mais uma época, mais um pouco de diversão, mais umas quantas tips vencedoras (assim o espero  >:D )



Como vou dar as minhas tips:

As tips serão divididas entre este meu diário e a minha página do Facebook, este ano, a novidade é que não é preciso estar inscrito no Twitter para saber quando vou dar tips, assim, tanto posso dar tips aqui no diário como no facebook.


Tenciono começar a dar tips por volta da 6º jornada, por isso fiquem atentos  :P

Para quem não conhece, a minha página do face: You are not allowed to view links. Register or Login

Cumprimentos de Guimarães

2
Área Relax / Modelo de apostas semiliberal mitigado
« em: 26 de Março de 2013, 09:58 »
Pela noticia do Diário económico, está por dias ou semanas o futuro do trading. Podem ler o artigo na integra em: You are not allowed to view links. Register or Login

E vocês pessoal, que tencionam fazer relativamente ao futuro que se avizinha? Pessoalmente estou a pensar ir vender Bolas de Berlim pa praia  ;D ;D ;D ;D

Cumprimentos de Guimarães

3
Olá malta, ainda estou vivo ;D ;D ;D ;D ;D ;D

Tive agora conhecimento de um concurso deveras interessante:


Mais info em: You are not allowed to view links. Register or Login

Não se esqueçam que o trade é um Universo igual ao dos mercados financeiros, apenas em menor tamanho. Talvez esta frase vos ajude a ter ideias ;)

Cumprimentos de Guimarães

4
B0Lupin / Picks By Lupin 2013
« em: 27 de Agosto de 2012, 01:36 »
Malta todos sabemos que devido a indefinição na regulamentação do trading, esta pode ser a minha última época como trader (não estou a pensar ir para Inglaterra, primeiro está o curso), assim sendo não quero perder a oportunidade de partilhar com todos vocês (aos que conhecem/não conhecem) o meu trabalho enquanto trader  ;)


Fiquem atentos as tips que virão já na próxima jornada  ;D ;D ;D

Cumprimentos de Guimarães

5
Técnicas de trading / Tutorial técnica punter, Cavalos
« em: 10 de Julho de 2012, 08:46 »

Tutorial técnica punter, Cavalos

No seguimento de  "Introdução ao trading em cavalos: Capitulo 1, Racecards", podes consultar em  You are not allowed to view links. Register or Login, vamos deixar a teoria para traz e partir para o mais interessante, a prática.

Este tutorial é o culminar de muitas horas de estudo, trata se de um exemplo de uma corrida.


A corrida em estudo


Os intervenientes


A figura principal


Analisando Henry Allingham,

DISTÂNCIA


os restantes corredores


 Analise: Imensa concorrência por sinal, extraordinário o número de cavalos que já venceram esta distância, D, bem como o número de cavalos que venceu nesta pista, C, sem esquecer os equinos que venceram nesta pista a esta distância

Sem margem para dúvida que se trata de um cavalo que vai correr na sua zona de conforto, como não estamos perante o caso de um cavalo cuja distancia em que vai correr se encontra desfasada da sua zona de conforto, temos de analisar outros fatores.


FORMA


os restantes corredores


Análise: O “nosso “cavalo sem sombra para dúvidas que se encontra numa forma fabulosa, mas a concorrência também tem, entre eles cavalos a um nível muito idêntico, fornecendo nos assim o 1º argumento válido para fazer lay ao “nosso” cavalo, porém não basta, é necessário sustentar o lay com mais argumentos.

PISO


Analise: Claramente todos os cavalos são cavalos de correr na relva. Nada podemos valorizar neste fator.

GOING


os restantes corredores


Análise: Dados bastante interessantes, o “nosso” cavalo é um excelente corredor em “soft” porém observo que não terminou a corrida em “heavy”, não é um argumento muito forte mas vai correr num piso mais “duro” que o piso “soft”, o que é bom para o apostador, mas mesmo assim, temos de analisar um pouco mais a fundo o cavalo.


CLASSE e PESO


Análise: Dado bastante interessante, o “nosso” cavalo tem vindo a progredir de classe, como tal irá aumentar o peso carregado, um excelente argumento a nosso favor, mas infelizmente ele foi muito bem preparado para esta corrida e como tal está com o peso bastante ajustado á corrida.

TREINADOR


Análise: No geral todos os cavalos têm boa cotação, mas um detalhe relevante ,o “nosso” cavalo é quem tem o treinador menos cotado.



Detalhe relevante, o nosso treinador, curiosamente tem melhores resultados em AW, ora aqui está um excelente argumento a nosso favor.

PISTA


Análise: Jaulas altas são muito favorecidas em corridas de 5 furlongs nesta pista.Não é um argumento que valorize muito porém o “nosso” cavalo parte de uma jaula baixa, mais um argumento a nosso favor.

AVALIAÇÃO FINAL


Deixo este exemplo de difícil análise, de uma corrida que se prevê que seja bastante renhida, para demonstrar que nos cavalos existem demasiados fatores para se estudar, logo deve se definir um conjunto deles e definir a nossa técnica de análise, sendo que não é possível basear somente a nossa analise nos números, a experiencia é vital.

Penso que o cavalo não vai vencer a corrida, apesar de o meu grau de certeza ser 7 numa escala de 0 a 10. A minha aposta, Lay a Henry Allingham, 5% da banca.
Atenção, a gestão de banca é essencial, nunca apostem o que não podem perder, sempre  a pensar no futuro, é melhor ganhar pouco de cada vez que ser mais um dos milhares que vão á falência por semana


RESULTADO


Vencemos a nossa aposta.

Brevemente mais um tutorial de analise, sendo que vai ser focado nas chamadas apostas “inteligentes” em que o risco é muito baixo comparativamente ao retorno obtido



Cumprimentos,

Lupin


6
Área Relax / Ausência, Lupin
« em: 06 de Julho de 2012, 09:10 »
Pessoal vou me ausentar alguns dias da comunidade pois

You are not allowed to view links. <a href="https://picksdazer.com/forum/index.php?PHPSESSID=uffc5a6urggmdo8c768b5mbo56&amp;action=register">Register</a>&nbsp;or&nbsp;<a href="https://picksdazer.com/forum/index.php?PHPSESSID=uffc5a6urggmdo8c768b5mbo56&amp;action=login">Login</a>

 ;D ;D ;D ;D ;D, é verdade, operação a laser á minha miopia, hoje ao fim do dia.  ^-^ ^-^

Tenciono voltar á comunidade daqui a 8 dias, até lá, boas trades e muitos greens  ;) rrico

Cumprimentos de Guimarães

7
Cavalos / Tutorial técnica punter, Cavalos
« em: 05 de Julho de 2012, 18:17 »

Se não consegues aceder ao conteúdo, é sinal que não és premium, de que estás a espera?

Como te tornares membro premium? Muito fácil, You are not allowed to view links. Register or Login

Podes consultar alguns resultados de apostadores da comunidade que estão agora a começar neste fascinante mundo das corridas de cavalos em You are not allowed to view links. Register or Login

Se és premium, poderás aceder ao conteudo através do seguinte link: You are not allowed to view links. Register or Login

Cumprimentos,
Lupin

8
Softwares e ferramentas de trading / F.Trader, A revolução começou
« em: 04 de Julho de 2012, 16:21 »
Olá pessoal,

A revolução chegou  obriggado obriggado obriggado obriggado obriggado

É com grande alegria que a comunidade se envolve num projecto revolucionário, made in Portugal   ;) ;) ;) ;) ;)

Convidamos te a usares o F.Trader, um programa de trading inovador que se encontra a dar os primeiros passos e que promete dar cartas na Betfair.

Todos podem participar e colaborar, através de ideias, postagem de bugs etc.

You are not allowed to view links. Register or Login
(clica na imagem)


Faz o download em You are not allowed to view links. Register or Login

Mais informações em:You are not allowed to view links. Register or Login

9
Oi Pessoal,

Hoje vou fazer um pequeno tutorial de um programa que descobri recentemente e é uma verdadeira revolução no que toca a fazer Print Screens para colocar na net.

Quantas vezes não deixamos de colocar um print de um belo green porque dava muito trabalho? É verdade, a mim já me aconteceu muitas vezes querer partilhar uma imagem na comunidade mas só de me lembrar de ter de fazer Fn+Prt Sc, depois ir ao paint e guardar e finalmente ter de ir ao imageshack fazer o upload, e com tudo isto demorava 3 ou mais minutos. Felizmente é passado  obriggado obriggado obriggado obriggado

Após algumas pesquisas descobri o Image to Link, este pequeno programa faz instantaneamente o upload das imagens, demorando na actualidade pouco mais de 20s para colocar uma imagem disponível na  comunidade, apenas temos de ter em conta um detalhe.


Como Funciona:

1- Vai a You are not allowed to view links. Register or Login e faz o download da aplicação.

2- Após abrirem o programa e definirem a área do Print:


Vai vos ser apresentado o seguinte menu:


Devem seleccionar a opção "Open Image".
Nota: Se optarem pela opção "Copy link to Clipboard" e colocarem esse endereço no fórum não irá funcionar pois o link não possui a extensão ".jpg".

3- Finalmente é só clicar em "Copy":


et voilà ficam com o link pronto para partilhar a imagem.

4- Finalmente é só chegar a comunidade, clicar " Inserir Imagem" na barra de ferramentas de nova entrada e fazer um Ctrl+v e submeter


Parece complicado, mas é muito fácil, todo o tutorial foi elaborado com recurso ao Image to Link em cerca de 15 minutos  ;D


Cumprimentos de Guimarães

10
Neste tópico retrataremos a fase final da introdução ao trading em cavalos.

Vou expor o porquê de para mim ser necessário uma analise punter no trading em equinos ( ponto de vista algo controverso no seio dos mais conhecidos traders de equinos Portugueses) e de como isso vai afectar/possibilitar o Trading live; Outros temas.


Neste capitulo final cada user poderá sugerir tópicos que gostariam de ver retratados (abrangendo o capitulo1, capitulo2 e tópicos do capitulo 3 (paragrafo acima), basta para isso que me enviem uma pm com o nome do referido tópico (com uma breve descrição (dos pontos que consideram mais relevantes; questões ás quais procuram que sejam mais aprofundadas).


Cumprimentos de Guimarães


11
Softwares e ferramentas de trading / GEEKS TOY e BET ANGEL TO BETDAQ
« em: 27 de Junho de 2012, 10:10 »

Olá malta,

Tenho andado a estudar uma forma de contornar o problema do Geeks Toy para a Betfair, pois recuso me terminantemente a pagar a tal licença dada a forma grosseira e patética com que tratou a situação.

Após pesquisa na net, como todos repararam não existe nenhum software grátis com ladder, o que desde já inviabiliza o meu trabalho nos mercados.

Actualmente existe um esforço de traders com conhecimentos avançados de programação, como por exemplo o do flaviocar, que estão a desenvolver softwares de trading, porém é todo um processo que demora o seu tempo. Até que surja uma solução viável que solucione este problema que tantas dores de cabeça me têm causado nos últimos tempos na medida em que ando a vasculhar dentro e fora da minha cabeça soluções que possibilitem aos nossos traders mais novos com bancas diminutas de aprender, desenvolver os conhecimentos/respectivas bancas.

A minha proposta de solução para os problemas de muitos novos users passa então, não por procurar um software gratuito que permita realmente fazer trading mas antes por uma abordagem diferente, mudar de bolsa de apostas.

Muitos não gostam da ideia, pode ate mesmo ser controversa, porém para um novo user com uma banca diminuta, para os traders recreativos que pontualmente entram no mercado ou apenas para traders com uma postura mais radical esta é a solução perfeita para o problema.

Um trader que opte pela BETDAQ (mesmo que de forma temporária) tem ao seu dispor de forma gratuita o GEEKS TOY, o BET ANGEL,o FAIRBOT, o GRUSS.


Após alguns dias de comparação entre a Betfair e a Betqdaq tirei algumas conclusões interessantes, a Betdaq cobra 3% de comissão (ao invés da comissão de 5% na Betfair)  em mercados como o dos equinos não existe tantas situações de manipulação de mercado tais como spoofing etc., o ponto forte da Betfair é sem duvida a liquidez de mercado.

Já efectuei um carregamento na Betdaq, até á data estou agradavelmente surpreendido e relativamente ao problema da liquidez, bem isso é um problema de desvalorizo pois existem imensas situações em que esse mesmo problema se torna numa oportunidade única de ganhar uns ticks extra.

Pessoal experimentem o Betdaq, os softwares e dêem as vossas opiniões, ideias  ;) ;) ;) ;) 

Cumprimentos de Guimarães

12
Cavalos / Trading em cavalos, RESULTADOS
« em: 20 de Junho de 2012, 18:01 »
Cada user que está a seguir o tutorial que tenho vindo a elaborar sobre cavalos, pode neste espaço colocar os seus resultados dúvidas, reflexões e ideias  obriggado obriggado obriggado obriggado obriggado obriggado obriggado obriggado

Este mesmo espaço servirá como barómetro á adesão de users na secção de equinos do nosso fórum, que quer isto dizer? Na actualidade sinto que existem bastantes users que andam a "colher" informação sem nada dar em troca, infelizmente.

Por via de incentivo a todos users, que são verdadeiras promessas de sucesso quando encaram o trading de forma séria, que partilham em prol da comunidade; em detrimento de todos os que andam apenas a "sugar" informação irá desenvolver se da seguinte forma:

Os tutoriais serão acessíveis a qualquer um, integrados no âmbito da grelha de programação do chat

Os capítulos específicos de analise de cada ferramenta serão apenas acessíveis a membros premium, sendo que serão também disponibilizados a todos os membros não premium mediante avaliação de critérios tais como participação activa, postagem de resultados á medida que vão treinando e absorvendo os conteúdos que vou disponibilizando.




Pessoal toca a postar os resultados dúvidas, reflexões e ideias relativos ao 1º e 2º capítulos



A minha fonte de incentivo pessoal  O0

You are not allowed to view links. Register or Login



 goodluck goodluck goodluck goodluck goodluck goodluck goodluck goodluck

13
Resumidamente na parte A (You are not allowed to view links. Register or Login), foi feita uma pequena chamada de atenção a todos aqueles que estão interessados no tema, mas que de forma consciente ou não, desprezaram o capítulo um “Introdução ao trading em cavalos: Capitulo 1, Análise de Racecards” (You are not allowed to view links. Register or Login), que é não mais do que a introdução teórica á introdução ao mundo dos equinos bem como a análise de racecards.~

Na minha ótica, um bom trader neste desporto tem de dominar toda a informação na íntegra presente capítulo 1. Muitos questionam a utilidade da análise punter para fazer trading nos cavalos. A resposta é muito simples, á semelhança do que acontece no futebol, em que se estuda um dado jogo para assim obter uma noção das equipas bem como formular a decisão da melhor forma de abordar o encontro (invariavelmente esta analise que se efetua pré jogo poderá ter os mais diversos nomes, a gosto de cada trader, eu chamo lhe analise punter), nos equinos, é ainda mais profunda a necessidade de fazer essa análise punter. Essa mesma análise será o nosso mais forte indicador, o mercado não é caótico, se não conhecermos os principais intervenientes do mercado (cavalos) é natural que não se compreenda os movimentos de mercado, ficando assim limitados a muito poucas opções de trading, por norma apenas se faz scalping.

Pondo a teoria de lado, vamos conhecer um pouco das ferramentas que serão muito uteis após termos estudado o racecard da corrida e estarmos prontos para a acção.
Não atribuam grande importância as definições (apenas a titulo de curiosidade) de cada ferramenta, apenas compreendam o seu funcionamento.

Um dado a ter em conta: Ao efetuar uma analise técnica todos os fatores que irei expor abaixo complementam se uns aos outros e todos eles são argumentos que sustentam a nossa tomada de decisão.

Os 3 princípios Análise Técnica na Betfair

1:Tudo se encontra reflectido nas odd´s

Significa que a própria odd é um reflexo de tudo o que se sabe que poderia afectar o mercado, por exemplo, momento de forma do cavalo, piso, treinador, jockey, etc.

Nota: A grande maioria dos apostadores tem acesso a mesma informação, acessível através de diferentes locais físicos/internet. Ou seja, existe a partida uma tendência forte para os apostadores fazerem o julgamento crítico do cavalo (favorito ou não) de forma similar (conforme a experiência, expectativas, etc.).

2:As odd´s movimentam-se por tendências e as tendências persistem

A análise técnica é usada para identificar padrões de comportamento do mercado, que têm tendência para se repetir no tempo e espaço .

As odds tendem para um valor justo. Até que valor justo seja atingido, existe uma tendência (que poderá ser de subida, descida, constante).

3:Os movimentos das odds são repetitivos

As pessoas tendem a comportar-se de forma igual ou parecida quando expostas ao mesmo tipo de situações. Dessa forma as odds mexem da mesma forma!! A natureza humana é tal que tende a reagir similarmente a situações-padrão.


Dada a complexidade envolvida e volume de apostadores, surge uma necessidade incontornável de recorrer a ferramentas de analise por forma a se obter decisões válidas e sustentadas.

Tendência

A tendência do mercado é simplesmente a direção geral para a qual os preços estão se movimento, que pode ser ascendente descendente ou estável (não varia nem para cima nem para baixo).

Neste fator irei começar imagens do mercado cambial, terminando com imagens do mercado “para vencer” que vulgarmente se usa para fazer trading nos equinos (mais fácil para se compreender o conceito, dada a menor volatilidade).


Em análise técnica existem 3 tendências de mercado, porém quando fazemos trading na Betfair, apenas é necessário centrar as nossas atenções em 2 tendências que ocorrem durante o período de negociação da odd:

  Tendência Principal: Falar de tendência principal apenas faz sentido se se ambiciona fazer uma trade de médio termo (que em média duram alguns minutos).

  Tendência Secundária: Geralmente a tendência em que se focam os bons scalpers, ou seja, usada por norma para fazer trades que duram entre alguns segundos e alguns minutos. Pode se interpretar a tendência secundária como sendo correções a tendência principal, ou seja, pequenos contra ciclos da tendência principal.

Teoria de Down (resumido): A tendência é de subida por uma série de máximos e mínimos cada vez mais altos ( o inverso para uma tendência decrescente). Quando é detectada a inversão da tendência a probabilidade de ela se verificar e continuar é elevada. À medida que a tendência dura a probabilidade de ela continuar decresce.

Nota:Quem não tem estas noções cai com facilidade em situações em que julga que a tendência da odd foi alterada quando na realidade é apenas uma reacção normal à tendência primária. Trata se de um erro muito comum e que proporciona a maior parte dos reds aos traders ( em especial, aos scalpers).

Exemplo do gráfico de um cavalo favoríto

A vermelho, tendência principal descendente;
A verde, tendência principal crescente;
A cinza, inversão de tendência principal;


Médias Móveis

as médias moveis são nada mais que uma espécie de pegada/rasto  da tendência,  estas médias móveis podem ter os mais diversos tempos, quanto maior é o tempo da média móvel, menor a permeabilidade ás sub-tendencias que vão ocorrendo no mercado. Por norma conjugam se diferentes médias moveis com escalas de tempo distintas, como se poder na imagem abaixo.


A imagem é exemplificativa do uso de médias moveis, uma média móvel de tendência principal (menos permeáveis a oscilações) a azul, uma média móvel de tendência secundária, a verde e por fim uma média móvel de tendência terciária, a castanho, tudo disto com um simples intuito, prever a direcção do mercado, pegando no primeiro cruzamento de médias, como a média castanha cruza a azul em que existe a confirmação através do posterior cruzamento da verde, o trader efetua sua ordem de compra pois prevê que o mercado suba de preço.

Usando mais uma vez a titulo de exemplo a imagem a cima, através de tudo o que disse no paragrafo acima, certamente poderão pensar que aplicando o mesmo conceito poderão tirar partido nas trades de equinos. Pois bem, não lhe confiro qualquer utilidade pois na realidade vamo-nos esbarrar no seguinte cenário:


A verde a média de tendência primária e a amarelo a média de tendência secundaria. Basta comparar com a primeira imagem sobre médias para ver que dada a volatilidade do mercado, a “ideia” de usar médias para fazer scalping como que cai por terra. (como o desenho da media de tendência principal era pouco percetível, sublinhei por cima a verde, para facilitar a observação).

Confesso que poderão existir scalpers que conseguirão encontrar lhe utilidade, pessoalmente, dada a volatilidade de mercado, se me orienta-se pelas medias moveis, seriam mais as trades onde iria sair em red do que com lucro.


Volume

É nada mais que a quantidade de dinheiro de num dado mercado em intervalos de tempo constantes e serve essencialmente para nos ajudar a medir a certeza/força da tendência.

O volume é um indicador bastante importante pois desempenha o papel de "advogado" de uma tendência.



O volume tende a aumentar nas subidas e/ou nas descidas. Quando volume começa a baixar, então significa que a tendência começa a perder “força”.
Um outro exemplo:


Nota:Um detalhe bastante relevante e ao qual muitos erram inconscientemente (a fazer  é que o volume deve ser observado de forma sincronizada com a tendência em que se esta a trabalhar, ou seja, se estamos a trabalhar na tendência secundária apenas se pode estudar o que esta a acontecer com o volume do sub-ciclo.

Exemplo de comportamento do volume numa tendência principal constante:


Num cavalo favorito cuja tendência é como a da imagem a cima, quase que constante, o volume também se mantem constante. Numa perspetiva de análise de tendência secundaria, também se torna muito difícil entrar e sair no mercado pois apesar da liquidez baixa ou não, o mercado considera a odd ajustada e como tal, as flutuações que acontecem (subida e descida da odd) são bastante pequenas e limitadas.


Suporte e Resistência

Os teus 2 melhores amigos, Suporte e Resistência, param mim a ferramenta técnica mais importante.

Suporte

Na zona de suporte a força de procura é maior ou igual que a força de oferta. O valor de suporte é o valor onde é observado um volume suficiente para suster uma descida, por um período considerável.




Resistência

Resistência ´é o oposto do suporte, ou seja o movimento de venda, atual ou potencial, suficiente em volume para suster por um período apreciável.



Nota: Interpermutabilidade entre as zonas de resistência e suporte. Ou seja se uma linha de resistência for rompida é normal passar a ser uma zona de suporte e vice-versa.

Esta característica é a o “astrolábio” dos navegadores de odds, pois permite ao trader que se situe do mercado. Sem esta pequena propriedade, mercados financeiros, Betfair, nada existiria pois o mercado seria simplesmente caótico, tornando impossível de negociar na medida em que não existiriam pontos de concordância mínimos (suporte) e máximo (resistencia) entre os traders/corretores de bolsa e como tal, a dispersão monetária seria de tal maneira grande que não iria ocorrer negociação devido ao “atrito de mercado” que se iria gerar.

Suportes e resistências é algo que é indispensável nas minhas trades, pois em sintonia com a minha avaliação crítica do cavalo favorito (capitulo 1) permite me entrar  em lay e back, a um risco ultra reduzido.

Dica: As resistências e suportes são o teu ponto de entrada no mercado com risco muito reduzido. Pertite te também definir o teu tick target da trade.

Uma outra dica, deves saber o que pretendes fazer antes de entrar no mercado, isto é muito importante. Se pretendes fazer scalping, procura ganhar ticks sem "esticar a corda"

O principal ponto negativo que deteto nesta valiosa ferramenta é aquando do surgimento de informações de ultima hora que coloquem em risco a prestação do cavalo em pista, o mercado como que fica caótico no seu todo. Como o delay na informação é um problema sem contorno, por vezes somos apanhados em pequenos reds até que se tome uma decisão.

Mais importante que analisar todos os suportes/resistências é mesmo negociar esses suportes e essas resistências. Como saber que um suporte foi realmente quebrado? Como negociar essa quebra de suporte?

Com recurso á conjugação de múltiplas ferramentas, como o volume, tendência, padrões  e com alguma experiência deverás ser capaz de entrar no mercado através das quebras de suporte e resistência com o objectivo definido como scalper ou como
ordem longa.

Para quem está a observar pela primeira vez suportes e resistência, algumas imagens exemplificativas:


Exemplo de uma tendência crescente.


Exemplo de mudança de tendência.


Padrões (Fractais)


Um pequeno exemplo de um padrão na natureza é o floco de neve.

Um fractal é um objeto geométrico que pode ser dividido em partes, cada uma das quais semelhante ao objeto original. Diz-se que os fractais têm infinitos detalhes, são geralmente autossimilares. Em muitos casos um fractal pode ser gerado por um padrão repetido, tipicamente um processo recorrente ou iterativo.

Os padrões de mercado são a minha ferramenta favorita, pois ao sermos capazes de observar que o mercado esta a ganhar uma "forma especifica" então estamos a diminuir o risco de entrar contra o mercado pois é bastante provável que aquela forma se volte a repetir.

No trading de equinos, não é muito vulgar falar em padrões dada a limitada extensão de mercado que vulgarmente atinge o seu pico de volatilidade nos últimos 8 minutos de negociação, como tal os padrões que se formam não são bem definidos como os que vulgarmente se formam nos mercados financeiros. Um dos primeiros que começou a escrever sobre padrões no trading em equinos (perdoem me se estiver errado) foi Jim Makos.

Alguns exemplos de padrões:




Nota: Existem imensos padrões de mercado bem como a teoria das ondas Elliot, numa breve pesquisa poderão enriquecer os vossos conhecimentos nesta matéria.

Padrões e o trading em equinos:


Exemplo de um padrão borboleta.


Exemplo de um triplo pico.

Nota: O sucesso na observação e dedução de padrões está muito relacionado com a experiência que cada trader tem neste campo, assim, a dedução de um determinado padrão de mercado é bastante subjectivo.



Excelente exemplo de padrão borboleta.


Exemplo de um padrão muito suave.



Um dos padrões que com maior frequência ocorre, os meios arcos, são excelentes oportunidades de scalping.

Nota: Fazer uma trade de scalping através do padrão de meio arco, em cima de uma resistência ou suporte, por norma, o risco associado é muito reduzido.


Peso do Dinheiro (WOM)

O peso do dinheiro é sem margem de dúvidas a ferramenta de trading mais conhecida dos traders.

Sem estar a aprofundar o tema sob um ponto de vista financeiro/económico, o WOM é nada mais que uma medida que nos diz quanto dinheiro existe do lado do lay e do back.

Nota: Quanto maior for a correspondência do lado do back mais a odd desce;
         Maior a correspondência do lado do lay mais a odd sobe.

Exemplo do WOM no ladder do Geeks Toy, nesta corrida em concreto, no dado instante em que foi feito o print screen, 77% do dinheiro do movimentado no cavalo em questão encontrava se em lay.

Peso do dinheiro é vulgarmente usado pelo trader em duas situações:

A) Como argumento de tendência, isto é, funciona como argumento complementar ao volume na analise da tendência.

B) Como uma espécie de estratégia de trading, "Entrar a favor do peso do dinheiro)".

Pessoalmente não uso este tão famoso indicador, já lhe fiz o funeral, perdoem me os puristas defensores do WOM, mas neste momento já atingimos índices de volatilidade  em que não é possível usar somente o WOM  para fazer scalping, porém existe uma excepção, corridas de cavalos nos USA.

Muitos traders conseguem ter ganhos sustentados nas corridas dos USA através do WOM, porém tal só é possível devido a baixa volatilidade do mercado. Podem pesquisar mais informações sobre corridas de cavalos nos USA na net ou em especial através de uma trader em concreta, Kitty, pois possui um excelente diário de evolução neste mercado em concreto.

Dada a riqueza de informação relativa ao WOM na net não me irei alongar mais na analise desta ferramenta.

Um dado relevante quando se fala em peso do dinheiro, é o SPOOFING.

SPOOFING:

O assassino do WOM enquanto estratégia de trading e que torna muito dificil de tomar partido do peso do dinheiro.

Spoofing não é mais que uma grosseira manipulação de mercado por parte de algum apostador através do WOM. O principio é bastante simples, ao influenciar o peso do dinheiro, vai influenciar a decisão dos apostadores que por sua vez levam a odd na direcção pretendida pelo apostador que manipulou o mercado.

Vulgarmente observam se inversões de tendência sem qualquer explicação física (através da stream observa se o cavalo em perfeitas condições), o que leva a uma reflexão profunda sobre a palavra manipulação.

Dica, muitas vezes observa se que determinada odd de um favorito está estável e "justa" e a três minutos ou menos do arranque da corrida, esta simplesmente dispara sendo que tanto o cavalo como influencias do local onde se encontram não proporciona qualquer justificação para tal.


Momentum

Não é propriamente uma ferramenta de trading mas uma constatação de mercado. Dada a importância que o momentum tem em certas circunstâncias decidi atribuir lhe um tópico especifico.

Momentum não é nada mais que a existência ou inexistência de movimento nas odds.

O momentum diz respeito à forma como as odd’s se movimentam. Caso haja pouco ou nenhum movimento diz-se que não há momentum. O peso do dinheiro é fundamental para que se verifique ou não a ocorrência de momentum.

Nota:  No caso de abrirem uma posição e depois verificarem que o momentum se perdeu, que não se verifica movimento nas odd’s, a melhor coisa é fecharem o trade assim que possível, mesmo que assumindo prejuízo, pois muitas vezes aquando a ausência de momentum dá-se a inversão de diversas tendências do mercado.

Dica: Períodos de falta de momentum existe uma elevada imprevisibilidade dos acontecimentos seguintes.


Movimentação de preço de outro cavalo

Resumidamente, Digamos, por exemplo, que temos dois favoritos com preços iguais de 3.0. Se o preço de um dos favoritos começar a vaguear, o preço do outro favorito é mais provável que não aconteça o mesmo. Há muitos mais cenários de ocorrências que aprendi inconscientemente que poderia explicar, mas este exemplo dá a explicação mais simples daquilo que precisamos ter em atenção.


O pequeno gráfico da imagem é uma ferramenta que para mim é obrigatória, através da analise das respectivas movimentações do 1º,2º e 3º favoritos podemos ganhar bastantes ticks com scalping baseado exclusivamente no principio do " se a odd do 2º favorito está a subir, então está a imprimir força no 1º favorito para que desça.


Por motivos de não redundância de conteúdos,  a restante informação pertinente ao tópico encontra se no seguinte link:You are not allowed to view links. Register or Login

Após leitura e assimilação dos conteúdos presentes no tópico, deixo a seguinte sugestão de exercício para treino:

Tentarmos nos posicionar no mercado apenas pela observação do movimento do dinheiro de um determinado cavalo e conseguir fazer com que a nossa entrada seja correspondida e que nós consigamos sair ao mesmo valor.

Fundamento: A experiência também tem muito valor, e deste modo vai começar a nos educar a olhar com mais atenção para o movimento dos numero, e com o tempo começamos a apercebermos nos do porque de certos movimentos do mercado e a facilitar nos as nossas decisões.

Deixo este pequeno exercício nesta 1º fase, boa sorte.


NUNCA SE ESQUEÇAM, PARA SE SER O MELHOR, É PRECISO TRABALHO 

Todo o tópico foi construído com recurso a uma profunda pesquisa na internet bem como ao uso de alguns conteúdos não escritos por mim.

P.S Por ventura na tempestade de informação posso ter cometido alguma gafe técnica, agradecia que me avisassem se detectarem algo.   


A todos os que quiserem dar a sua opinião, completar conteudos, criticar, relativamente ao capitulo 2 , podem no  fazer neste tópico.


Cumprimentos de Guimarães
 

Cumprimentos de Guimarães

14

Como é do conhecimento comum, a minha “auto formação” de trading começou á cinco anos atrás nos mercados financeiros, nomeadamente trading cambial (Forex) onde adquiri um conjunto valioso de ferramentas e informações.

Nos mercados financeiros existem dois tipos de análise de mercado, análise fundamentalista (privilegia a obtenção de informação de mercado e consequente analise crítica e dedução do impacto das mesmas no respetivo mercado) e a análise técnica (privilegia não tanto a obtenção de informação, mas sim a análise de comportamento do mercado através de um conjunto de ferramentas matemáticas e estatísticas tais como uso de médias moveis, teoria fractal, resistências, ect.).

A semelhança do que acontece no Universo financeiro, o trading desportivo é um Universo bem mais pequeno, com liquidez reduzida (quando comparada com a liquidez no Universo financeiro) e algumas especificidades, o que nos permite reciclar um conjunto de ferramentas que serão uma valiosa mais-valia aos traders que agora se iniciam no mundo do trading desportivo. Como o trading desportivo é um Universo bem mais limitado, análise fundamentalista e análise técnica estão intimamente relacionadas, por vezes confundível aos olhos dos menos conhecedores.

No capítulo um “Introdução ao trading em cavalos: Capitulo 1, Racecards” aprenderam a efetuar uma análise fundamental no desporto dos equinos, em que observamos uma série e fatores que influenciam os intervenientes na corrida, bem como os principais intervenientes da corrida. Uma vez que analisar e uma corrida e um cavalo requer conhecimentos avançados de veterinária, ao invés de procurarmos um vencedor, procuramos um corredor favorito á vitória para não vencer a corrida (desta forma, aumentamos dramaticamente a nossa probabilidade de sucesso no mercado).

Pela experiencia ao longo dos tempos enquanto trader embati de frente com uma realidade muito própria do ser Humano. Constantemente encontrei pessoas iludidas com o “dinheiro fácil” a queixarem do seu “azar”, como tal deixo uma advertência ao leitor, não sonhe com algo que não existe. Queres ter sucesso? Então está na hora de por mãos á obra!

Neste capítulo dois, vais deixar o domínio punter e adquirir competências necessárias e obrigatórias para singrares no domínio do trading.

Achas te que o primeiro capítulo é perfeitamente negligenciável, pois a tua mente te diz que para ser trader nos cavalos e ter sucesso apenas tens de saber/aplicar bem as ferramentas que vamos aprender neste capítulo dois. A minha opinião, não discordo que tenhas sucesso e que em média ganhes uns 2% da stake por corrida porém na verdade podes ganhar muito mais que. Dado o risco ao qual estarás constantemente exposto, aconselho te vivamente a ires fazer coisas mais divertidas e interessantes, como por exemplo, ir dormir uma sesta.

Primeira parte do segundo tópico completa. Se ainda não adquiriste as competências necessárias que se encontram no primeiro capítulo, deves ler, aprender e absorver os conteúdos lá presentes.




15
Cavalos / Introdução ao trading em cavalos: Capitulo 1, Racecards
« em: 25 de Maio de 2012, 08:59 »


Resumo do 1º Capitulo: INTRODUÇÃO TEÓRICA

Corridas de cavalos são simplesmente um dos desportos mais vulgares para apostar. É um desporto muito especial que exige não um vasto e rico conhecimento estatístico mas um conhecimento profundo de cavalos, como de mini biólogos se trata, é necessário conhecer os pontos vitais do animal, desde observar a forma como se movimenta, ate á componente psicológica.
Penso que uma lacuna muito forte dos apostadores neste desporto é a ausência de conhecimentos básicos que transforma o trader num simples scalper que se limita a olhar para o WOM, médias moveis etc. sempre com uma percepção de que as odds nos vários mercados são caóticas, quando na verdade não é bem assim.
Como não é possível estar na "corrida" para analisar os cavalos em si, estamos pois, limitados aos dados existentes na net, os denominados Cartões de Corrida (Race Cards), que não são mais que uma espécie de boletim que disponibiliza toda a informação necessária para os apostadores de corridas de cavalos efectuarem as sua apostas. Há vários tipos de race cards uns mais completos que outros.

Nesta primeira parte do capítulo 1º vamos nos debruçar sobre os principais pontos a estudar sobre uma corrida/cavalo para posteriormente definir uma posição de mercado tanto como punter ou como trader.


Principais factores a ter em conta nas corridas de cavalos:

PISO
No Uk as pistas são por norma de 2 tipos:

-Turf: Relva;
-AW: Areia (Terra Batida);

Nota:
Um cavalo com boas prestações em relva não Implica que seja bom em Areia, facilmente se deduz as razões, imagem, como seriam as prestações de um carro de rally urbano numa pista de F1 e um numa pista de Rally Urbano? Se conseguirem imaginar e entender o raciocínio por trás do exemplo, então compreenderam na perfeição como a mudança de piso afecta um cavalo.

Nota: Fazer lays no All Weather é mais lucrativo no Inverno, pois os cavalos do turf mudam-se para esta superfície e até estarem habituados encontra se imensos falsos favoritos.

 TIPO DE CORRIDA   
- Flat Race: corrida sem obstáculos, privilegia a velocidade;
- Hurdle & chase corridas com barreiras, privilegia a técnica e resistência;

Nota: Naturalmente, as corridas mais curtas e com barreiras são mais propensas a outsiders em caso de queda ou má partida do(s) favorito(s).

Nota: Um cavalo favorito que domine 1/2 de uma corrida Hurdle & chase, não significa que irá ser o vencedor.

ESTADO DO TERRENO (Going)
Geralmente esta categoria é confundida com o factor piso (muitos não fazem tal distinção), sendo que existe SETE tipos diferentes de estado do piso:

Soft : Suave;
Good to soft:  de Bom a Suave;
Hard: Duro;
Good to firm: de Bom a Firme;
Firm: Firme;
Good: Bom;
Heavy:  Pesado;

Este factor é de difícil observação, porém é uma informação que o apostador tem acesso com facilidade.
As condições atmosféricas condicionam bastante o piso, se este está pesado ou leve. É um factor que requer bastante estudo pois a performance do cavalo irá ser diferente se ele for um cavalo que se adapta bem a qualquer tipo de piso ou se é um cavalo que se dá bastante bem num ou bastante mal noutro. Através de dados estatísticos temos acesso a este muito valioso tipo de informação.

Nota:
Imaginem uma bola de ténis em terra batida, é possível ter uma clara noção na trajectória que irá descrever após contactar com solo, se de um piso mole se tratar (simplesmente, o teor de humidade mais elevado) a bola não vai saltar tanto, mas em piso duro a bola vai saltar até uma altura mais elevada.
Com os cavalos funciona mais menos assim, analisando um cavalo bom em soft para hard, um cavalo em piso mole quando os membros contactam na superfície as cartilagens e restantes ossos dos membros não se irão ressentir tanto proporcionando maior impulso, mas se este correr em hard, as cartilagens que unem os ossos vão ressentir se e como tal o animal irá aplicar um menor impulso de movimento, o que ao longo de uma corrida muitas vezes se traduz de um possível 1º lugar a um 2º lugar com alguns metros de distância.

DISTANCIA
Este factor é dos mais vitais a ter em conta na hora de analisar um cavalo. Facilmente perceptível, para isso basta imaginar o que aconteceria ao colocar o Francis Obikwelu a correr os 1500m, muito provavelmente iria dominar o inicio da corrida mas acabaria por ficar em ultimo pois não iria gerir a sua energia e a sua forma de respirar de forma correta para aquela distância. A semelhança dos humanos o mesmo acontece com os cavalos.

Nota:
Por exemplo, podemos ter um cavalo com excelente record na distância de 10 furlongs mas com um registo mau em todas as vezes que correu na distância de 12 furlongs

Nota:
m=milha;
f=furlongs;
y(ou yds)=yards

1 milha = 1609 metros
1 furlong = 201,188 metro
1 yard = 0,9144 metros

1 yard é igual a:

    * 0,000189393939393939 léguas
    * 0,00056818181818182 milhas
    * 0,0045454545454545 furlongs
    * 0,04545454545454545 correntes
    * 0,1818181818181818 rods

Conversor de distancias:You are not allowed to view links. Register or Login

TREINADORES
Este factor de análise é bastante caricato em meu entender, uso o essencialmente para encontrar odds de muito valor.
Não  á muito a dizer, um cavalo cujo seu treinador é famoso e bem cotado, devido as seus modelos eficazes de treino , aumenta as chances de vitória do cavalo.

Nota:
Para além da eficácia do modelo de treino que este aplica (pode ser questionável) os treinadores de topo de ranking muitas vezes os seus cavalos, apesar de o perfil do animal demonstrar que não é nenhuma "bomba" estes são cotados como "favoritos" devido ao seu treinador, o que para o apostador atento traduz se em apostas de lay EV+ . 

CLASSE
Esta classe a título pessoal, é das que menos valorizo dada a quantidade de factores passiveis de análise e aleatoriedade dos mesmos, apesar de ser passível de conclusões construtivas.
Um cavalo para correr dada classe tem de ter um determinado rating.Existem várias classes:

Corridas Flat: 7 handicaps, em que classe 1 para cavalos com handicap mais baixo e classe 7 para handicaps mais baixos.

Class 1 Handicaps 96-110+
Class 2 Handicaps de 86-100, 91-105 and 96-110 and Classified Stakes 0-95
Class 3 Handicaps 76-90 e 81-95 and Classified Stakes 0-85 and 0-90
Class 4 Handicaps 66-80 e 71-85
Class 5 Handicaps 56-70 e 61-75
Class 6 Handicaps 46-60 e 51-65
Class 7 Classified Stakes 0-45

*Classified Stakes  - Para cavalos com um valor maximo de rating que correram no minimo 3 vezes ou duas e ganharam pelo menos uma.

Existem muitos cavalos que são de uma dada classe e correm em classes superiores/inferiores, estar ciente da vantagem/desvantagem natural que um dado cavalo tem ao relação aos demais é um dado a ter em conta.

Existem 10 classes diferentes em que os cavalos após corresponder aos requisitos podem correr em várias classes:

Conditions Stakes - Corridas para cavalos acima da Classe A;
Classified Stakes - Para cavalos com um valor máximo de rating que correram no mínimo 3 vezes ou duas e ganharam pelo menos uma;
Handicap - Corridas onde o cavalo tem de transportar um determinado peso. Quanto melhor for o cavalo mais alto o seu handicap será (maior peso carregará);
Maiden Handicap - Para cavalos com 3 anos ou mais com o máximo de rating 70 e que correram no mínimo 4 vezes;
Maiden - Apenas participam cavalos que nunca ganharam;
Rated Maiden - Para cavalos com um valor máximo de rating e que correram no mínimo 3 vezes;
Novice - Para cavalos com 2 anos de idade que nunca ganharam mais de duas corridas;
Auction Maiden - Para cavalos com 2 anos que foram vendidos em Leilão;
Selling - Para cavalos de classes baixas. Os cavalos que correm neste tipo de corrida poderão ser vendidos no final da corrida;
Banded Stakes - Para cavalos realmente de baixa qualidade;

JOCKEYS

Como num caricato episódio da série "The Simpsons" temporada 11 em que homer simpson descobre que os jockeys dos cavalos são uma espécie de gnomos, este exemplo não é muito distante da realidade pois a altura recomendável é de um metro e meio, e a maioria são magros, com aproximadamente 48 kg.
 
Jockeys não são nenhuns super homens e não conseguem fazer de maus cavalos uns vencedores mas maus jockeys podem fazer de bons cavalos perdedores. Um factor importante a ter em conta apesar de nas minhas análises trading nunca considerar este factor.

FORMA
Este factor de análise é dos mais relevantes de análise e também o que mais peso tem nos apostadores na hora de ponderar as suas apostas.

PESO
Nas corridas de handicaps o peso é um factor muito importante.
Quando se fala em peso, não estamos a falar no peso do cavalos, mas sim na colocação de barras de chumbo debaixo da sela, para igualar as diferenças entre o peso pretendido e o peso do jóquei.

Nós temos de decidir se o peso que o favorito leva pode afectar a sua maneira de correr ou não. Uma maneira de fazer isso é ver que peso levou em corridas anteriores, se realmente levar muito mais peso que em corridas anteriores, então temos um sinal para fazer lay.

Conversão: 1 Stone=6,35 Kg

1 libra = 0,45359237 Kg

QUANTIDADE DE DIAS PASSADOS DESDE A ULTIMA CORRIDA
Normalmente procuro cavalos que já não correm há mais de 60 dias ou cavalos que correram á menos de 4 dias. Se um cavalo já não corre, será evidente que lhe faltará ritmo, mas mesmo assim não deixem de ver o seu historial para saberem como correu em situações idênticas. Alguns cavalos são muito bons depois de um descanso alargado. Se um cavalo correu há 4 dias ou menos, temos sempre a possibilidade de o cavalo se encontrar cansado e não desenvolver as suas capacidades totais.

HIPODROMOS
A Bretanha tem mais de 50 Hipódromos, cada um diferente do outro com as suas características e isso afecta a performance sendo mais um factor a estudar. Como se dá o cavalo naquela pista, por norma é possível analisar o saldo do cavalo naquela pista através dos race cards.
Fica uma imagem exemplificativa do hipódromo de Southwell
No link abaixo podes consultar os demais hipódromos bem como a sua história e especificidades.
You are not allowed to view links. Register or Login

POSIÇÃO NO STARTINGATE
Factor muito importante em alguns dos circuitos.

Fica uma avaliação dos 34 circuitos de racing flat de Inglaterra:

Ascot - Não existe vantagem, mas os números baixos são favorecidos, especialmente se o estado do terreno for soft;
Ayr - Jaulas baixas, favorecidas em corridas de mais de 10 cavalos, especialmente se o going for soft;
Bath - Sem vantagem;
Beverley - Jaulas altas favorecidas até 8 furlongs;
Brighton - Jaulas baixas em corridas de 5, 6 e 7 furlongs com o going firme, jaulas altas se o going for soft;
Carlisle - Jaulas altas até à milha são favorecidas;
Catterick - Jaulas baixas são favorecidas;
Chepstow - Sem aparente vantagem;
Chester - Jaulas baixas favorecidas, mas o factor mais importante neste circuito é uma saida rápida da jaula;
Doncaster - muito difícil de prever este circuito, normalmente são sempre corridas com muitos cavalos onde a rapidez é um factor importante;
Epsom - Jaulas altas são muito favorecidas em corridas de 5 furlongs, jaulas baixas a partir de 7 furlongs;
Folkestone - Grande vantagem das jaulas altas em sprints;
Goodwood - Sem aparente vantagem;
Hamilton - Jaulas do meio tem uma clara vantagem;
Haydock - Jaulas altas favorecidas em sprints;
Kempton - Jaulas altas favorecidas;
Leicester - Jaulas do meio e depois da Jaula 17 até à Jaula 21;
Lingfield - Jaulas altas na relva, jaulas baixas no All Weather;
Musselburgh - Jaulas altas;
Newbury - Sem vantagem;
Newcastle - Jaulas altas ou baixas perto da cerca, depende onde esteja o carro, mas tem que estar perto da cerca;
Newmarket - Sem vantagem;
Nottingham - Jaulas altas;
Pontefract - Jaulas baixas em corridas de sprint;
Redcar - Jaulas médias;
Ripon - Jaulas baixas em going firme, com outro going, jaulas altas;
Salisbury - Jaulas baixas;
Sandown - Sem vantagem aparente;
Southwell - Sem vantagem até 5 furlongs, jaulas baixas em 6 e 7 furlongs;
Thirsk - Vantagem significante para os números altos;
Warwick - Jaulas baixas;
Wexford - Jaulas altas o melhor;
Windsor - Jaulas altas nos sprints;
Wolverhampton - Jaulas baixas;
Yarmouth - Jaulas altas;
York - Sem vantagem aparente;

Nota:
Um cavalo que sai por dentro percorrerá menor distancia nas curvas que o seu semelhante no outro extremo do starting gate. Os que partem nas posições intermédias estão altamente sujeitos a atropelos.

NÚMERO DE CAVALOS NA CORRIDA
Quanto maior for o número de cavalos numa corrida maior a aleatoriedade de quem será o possível vencedor, logo no pré race isso traduz se em maiores em quantidade de variações na odd.

AVALIAR OPOSIÇAO AO FAVORITO
O que vamos procurar, é pelo menos um cavalo que tem hipóteses de bater o favorito.
Para fazer isso temos de analisar o histórico das corridas de cada cavalo na corrida e tentar encontrar pelo menos um com um nível de habilidade idêntica à do favorito. Como o tempo entre corridas é escasso analiso apenas os 2 primeiros favoritos. Este factor é importante pois vai criar um efeito de montanha russa de sobe e desce nas odds com variações percentuais bem generosas entre os 2 cavalos com uma oposição de fase quase perfeita, isto é, se a odd de um dos favoritos sobe a do outro irá momentos a seguir ser reflectida numa descida, quando conscientes disso, podemos apanhar trades bem interessantes.


Antes de começares a apostar, fazer trading em cavalos tens de adquirir conhecimentos que mais tarde irão ser fundamentais.
Após toda a carga teórica a que foste sujeito nos últimos minutos vamos aprender a procurar a informação na net através da análise dos Cartões de corrida.

Resumo do 1º Capitulo: ANÁLISE DE CARTÃO DE CORRIDA

Um cartão de corrida é algo muito intuitivo e fácil de ser consultado.
O cabeçalho (exemplo proveniente deYou are not allowed to view links. Register or Login

O race card em si (proveniente de You are not allowed to view links. Register or Login
)
C     indica que o cavalo já ganhou nesse hipódromo;
D     O cavalo já ganhou essa distância mas noutras pistas;
CD   É a situação ideal pois significa que o cavalo já ganhou nesse            hipódromo e para essa distância.
 
Gosto especialmente da funcionalidade do cartão de corrida do You are not allowed to view links. Register or Login
Depois de escolhida a corrida e se “clicar” no cavalo em questão, temos a função:
Através do FORM SUMMARY após selecionar o filtro pretendido, podemos instantaneamente ter uma perceção excelente do comportamento do cavalo em função da distância, tipo de piso, etc.
Existem dezenas de sites que fornecem cartões de corrida, desde os básicos até aos mais elaborados com análises críticas, tips, etc.
Para os exemplos, selecionei os 3 sites que mais uso quotidianamente.

SIGNIFICADO DAS SIGLAS (EM INGLES)

Horse    Name - Horses in bold are fillies & mares
Jockey   Jockey Name
Trainer   Trainer Name
Form   Last five form figures
Age   Age & Weight
Rating   Collateral Rating in lbs. Bold indicates the top rated. i.e the one most favoured by today's weights. Red indicates a rating achieved on a different surface (flat) or obstacle (national hunt).
Speed   Best of last three speed ratings. Superscript value indicates the run the rating applies to. Flat Racing Only
Odds   Computer calculated odds. The lowest price is deemed the horse most likely to win.
I/R   Based on last three form figures. Imp = Improving, Reg = Regressing
CL+/-   indicates the difference in class between the race today and the horses previous race.
HC   Highest Class of win in the last 2 years.
Going   Horse's record on today's going. Win-Places-Runs.
SG   Sire's progeny record on today's going. Wins-Runs.
If running on an all weather surface then the stats relate to either fibresand or polytrack.
D   Horse's record at today's distance. Wins-Places-Runs
SD   Sire's progeny record at today's distance. Wins-Runs.
Draw   (Stall Number)Wins-Runs at today's distance from this stall.
Only races of 8 or more runners are used to produce the stats. Flat Only
Course   Horse's record on today's course. Wins-Places-Runs.
L-H   Horse's record going left handed. National Hunt
R-H   Horse's record going right handed. National Hunt
OR   +/- Highest winning mark in last 2 years. Handicap Races Only.
W/R   Wins-Runs Ratio
J   Jockey's wins-runs record at today's course.
J/T   Jockey/Trainer wins-runs record. Can sometimes indicate a significant Jockey booking.
T-All   Trainer's record overall record at today's course.
2YR   Trainer's record in 2 year Races at today's course. Flat Racing
3YR   Trainer's record in 3 year Races at today's course. Flat Racing
All Age   Trainer's record in all age Races at today's course. Flat Racing
HDL   Trainer's record in Hurdle Races at today's course. National Hunt
CHS   Trainer's record in Chase Races at today's course. National Hunt
NHF   Trainer's record in National Hunt Flat Races at today's course. National Hunt
T-RF   Trainer Recent Form. Wins-Runs in the last 28 days.
DSW   Number of days since trainer last had a winner. The figure in brackets indicates a winner in the opposite code if no recent winners.

Fontes de informação: Todo o tópico foi construído e desenvolvido através de informação que se encontra fragmentada na Internet. Felicitando todos os que no passado contribuíram para a existência de informação sendo a estes que deve ser atribuído o mérito da partilha para com o próximo.

Após aprenderes a interpretar um race card, deixo te um exercício para treinares.
Deverás nesta primeira fase de aprendizagem através de APOSTAS PUNTER VIRTUAIS, selecionar cavalos favoritos para fazeres lay. Tens apenas algumas condições a respeitar:
Número mínimo de corredores em pista: 9
Odd máxima de lay: 4.5
Estarás preparado para a próxima fase de aprendizagem de trading em cavalos quando errares no máximo 2 apostas a cada 10, o que significa que já interpretas de forma correta os vários factores , o que desenvolve o teu espírito crítico, que no futuro se revelará uma grande ferramenta quando se dinheiro real se tratar.

NUNCA SE ESQUEÇAM, PARA SE SER O MELHOR, É PRECISO TRABALHO  ;)


P.S Por ventura na tempestade de informação posso ter cometido alguma gafe técnica, agradecia que me avisassem se detectarem algo. C:-) C:-) C:-)

No âmbito da iniciativa da comunidade, "Grelha de Programação", podem neste tópico colocar as vossas questões relativas á 1º aula.

Cumprimentos de Guimarães

Páginas: [1] 2 3 4

Traders online:
O jogo responsável