Como apostar no Over 2.5 (7 Regras)

Um dos mercados mais famosos nas aposta é o over 2.5, ou seja mais de 2 golos fazemos dinheiro. É um mercado trabalho algumas vezes, e no passado chegou a ser um dos meus mercados favoritos. Como qualquer mercado apresenta valor é preciso é saber encontrar o mesmo. O mercado dos golos em regra geral é mais “friendly” para apostar que o mercado do match odds. No sentido que os “swings” são menores numa primeira fase. Passo a explicar: quando apostamos no mercado dos golos, neste caso no over 2.5, só temos 2 cenários. Um bom e um mau. O mau é não existir golos e o bom é haver golos. No entanto em mercados como o 1×2 existem mais cenários “maus”, o 0-0 se manter, a outra equipa marcar exige agora um “comeback”, se marcar 2 ou mais golos então muita das vezes é ali o final para nós. Enfim, não estou a comparar mercados, até porque em regra geral prefiro o match odds, mas não deixa de ser verdade que os overs no geral são mais simples de apostar.

Contudo são perigosos de igual forma, irmos no over 2.5 e o primeiro golo ser aos 80 minutos não muda muito para nós, provavelmente vamos perder a nossa aposta. Eu gosto de definir algumas regras na hora de entrar no mercado e no caso dos overs existem 7 regras que eu gosto de seguir.

As 7 regras do Over 2.5

  1. Ao escolher um jogo para o over 2.5 é importante escolher um jogo com pelo menos potencial para 1 golo ao intervalo. Ir para o segundo tempo 0-0 não é o fim, mas em regra geral a nossa apostar fica complicada.
  2. Evitar odds abaixo do 1.5 em regra geral. Atenção que até uma odd de 1.2 no over 2.5 pode ter valor no caso de estarmos a falar de uma enorme “disparidade” entre as equipas. Se o Barcelona for jogar contra a equipa amadora da vossa terra e a odd for de 1.1 apresenta enorme valor. No entanto estes cenários não são reais. Na liga Inglesa por vezes um jogo entre o Liverpool e o City chega a ter odds de 1.45-1.5 no over 2.5. Normalmente estas odds estão muito fora da realidade. Se é verdade que essas equipas apresentam grande qualidade atacante, também é verdade que apresentam qualidade defensiva. Não entrem em odds baixas se tivermos a falar de grandes ligas.
  3. Entender “matchups” – Todas as equipas apresentam qualidades/ defeitos. EXEMPLO: O Arsenal ganhou ao City e ao United. O United e o City ambos derrotaram o Chelsea. No entanto o Chelsea venceu com facilidade o Arsenal.  Percebem como a matemática por vezes não faz sentido nas apostas? E é aqui que entrem os “matchups”, ou seja os confrontos entre as equipas e como elas vão ou não ao encontro das qualidades/defeitos da equipa adversária. Na UFC costumam dizer que “styles make fights” , e o mesmo é aplicado no futebol.
  4. Estudar estatísticas de forma correta. – Entender “stats” parece fácil (e é) mas muitos apostadores gostam de “generalizar” dados que devem ser individualizados. Voltando aos exemplos, de que vale o Liverpool e o Chelsea nos últimos 10 jogos apresentarem Over 2.5 se quando ambas se encontram contra equipas “maiores” o jogo tende a ser under 2.5. Isto é um pequeno exemplo, várias stats precisam de ser analisadas com face no contexto do jogo e historial entre as equipas.
  5.  Entender o teu perfil de apostador. Se trabalhas como trader é bom que definas uma odd de entrada e uma de saída, seja no cenário bom ou mau. Caso sejas punter percebe se estás disposto aceitar perder toda a stake com  o potencial de ganhar “X”. Todas as outras regras aplicam-se aos dois perfis, o que varia é o tempo exposto no mercado, ou não, pois um trader pode deixar correr também aposta.
  6. Fatores fundamentais são a chave. Aqui vou ter de resumir, pois os fatores fundamentais são dezenas e dezenas. Entende a importância do jogo para ambas as equipas, a “moral” das equipas, em que tipo de relvado/ temperatura as equipas vão jogar, se existem jogadores cruciais fora (isto não vem nas stats), entre outros fatores fundamentais.
  7. Combinar sempre análise fundamental com a análise estatística. Sei que falo muito disto mas isto é o grande segredo das apostas. Não apostem só base de estatísticas, pois lembrem-se que elas são “alteradas” de jogo para jogo. Uma análise fundamental vai sempre mostrar a “big picture”. Apostar com base em stats é olhar apenas para uma àrvore e não para a floresta.

 

Já têm o nosso ebook? É grátis por tempo limitado!

Parceiros que recomendo:

Criador do PicksDazer.Com. Trader profissional desportivo. Apaixonado pelo mundo do futebol. Vasta experiência no mundo das apostas. Não vê o PicksDazer como uma comunidade, mas sim como uma família!
  • Jão Costa says:

    Mais um conteúdo brilhante!!! Continuação de bom trabalho!!!

  • >